segunda-feira, 7 de agosto de 2017

Copos enfeitados para festa infantil

Bolo Circo aventura. Foto: "Essência do bolo" (cake design)


O "comjeitoearte" comemora hoje seis anos de publicações! 



Aos amigos, visitantes e leitores deste blogue, agradeço a vossa atenção, o vosso tempo e a vossa companhia.    

Com a ajuda de todos, o blogue já  ultrapassou um pouco as 529 000 visitas!

O vosso interesse é também um incentivo. Obrigada!



Hoje, dedico este espaço às festas das crianças. 

Sugiro-vos para a decoração das mesas o copo-coelho e o copo-pirata.

A atmosfera de surpresas e alegria será enriquecida com o gato, o coelho, o porco e o bruxo, destinados a esconder os presentes para as crianças convidadas.


Copo-pirata e copo-coelho
Gato (cone para esconder os presentes)
 Coelho, bruxo e porco (cones para esconder os presentes)



Fontes:
http://essenciab.wixsite.com/essenciadobolo; 
Artesanato; LISA, 1981



segunda-feira, 24 de julho de 2017

Turismo em Portugal - cartoons

"Os turistas ricos" - Portugal Pitoresco. Autor: João Abel Manta. Janeiro de 1970. João Abel Manta,Cartoons 1969-1075. Edicões "O Jornal", 1975Lisboa


Em tempo de férias, três cartoons realizados pelo arquitecto, pintor e ilustrador João Abel Manta



"Nazaré" - Portugal PitorescoAutor: João Abel Manta. Janeiro de 1970. João Abel Manta,Cartoons 1969-1075. Edicões "O Jornal", 1975Lisboa

"Praia da Rocha" - Portugal PitorescoAutor: João Abel Manta. Janeiro de 1970. João Abel Manta,Cartoons 1969-1075. Edicões "O Jornal", 1975Lisboa

Fontes: 

João Abel Manta,Cartoons 1969-1075. Edicões "O Jornal", 1975Lisboa

https://pt.wikipedia.org/wiki/Jo%C3%A3o_Abel_Manta

segunda-feira, 3 de julho de 2017

Henrique Pousão - Cartoon



O artista plástico Henrique Pousão (1859-1884), homenageado pelo arquitecto, pintor e ilustrador João Abel Manta.


Fontes: 


João Abel Manta,Cartoons 1969-1075. Edicões "O Jornal", 1975Lisboa

https://pt.wikipedia.org/wiki/Henrique_Pous%C3%A3o

https://pt.wikipedia.org/wiki/Jo%C3%A3o_Abel_Manta

segunda-feira, 26 de junho de 2017

Sardinhas de Lisboa I 2017

A Fanfarra. Técnica: digital. Autor: Ana Melo. Nacionalidade: portuguesa



O "Concurso Sardinhas Festas de Lisboa" (lançado pela EGEAC) na sua sétima edição, recebeu 5168 propostas, oriundas de 60 países.

Muito originais, as cinco sardinhas vencedoras do concurso de 2017. 

Mergulhador Apaixonado. Técnica: digital. Autor: António Aragüez Vela. Nacionalidade: espanhol.

Lata em Sardinha. Técnica: digital. Autor: Joana Ribeiro Soares. Nacionalidade: portuguesa.

Mulheres de Lisboa. Técnica: desenho. Autor: Miguel Angel Camprubi. Nacionalidade: espanhol.


Comadres. Técnica: digital. Autor: Patrícia Penedo. Nacionalidade: portuguesa.









terça-feira, 13 de junho de 2017

Santo António - Capela na Igreja e Mosteiro de São Vicente de Fora

Capela de Santo António. na Igreja e Mosteiro de São Vicente de Fora (Foto "comjeitoearte", 2016)

O edifício da Igreja e Mosteiro de São Vicente de Fora, localiza-se no bairro de Alfama, no largo de São Vicente, em Lisboa. 

Fundado por D. Afonso Henriques (1109-1185), em 1147, depois da conquista de Lisboa, o mosteiro construído fora das velhas muralhas, foi dedicado ao mártir São Vicente e entregue aos cónegos regrantes de Santo Agostinho.

Em 1210, professou neste local, o cónego regrante de Santo Agostinho, que viria a ser Santo António de Lisboa.

O novo edifício que substituiu a primeira construção, foi mandado edificar por D. Filipe II (1527-1598), em 1582, com projecto de Filippo Terzi (1520-1597). Em 28 de Agosto, de 1629, foi celebrada na igreja a primeira missa.


São Vicente de Fora, em Lisboa - DGPC

A Capela de Santo António, situa-se, segundo a tradição, no antigo espaço ocupado por a cela do santo, nos anos em que foi cónego regrante de Santo Agostinho.
Projectada pelo arquitecto Carlos Mardel (1695-1763) por encomenda do Cardeal Mota, a sua construção rica em mármores polícromos, data de 1740.


Capela de Santo António na Igreja e Mosteiro de São Vicente de Fora (Foto "comjeitoearte", 2016)


No interior da capela existiu uma lápide com inscrição em caracteres góticos, actualmente no interior da igreja, que faz alusão à sepultura naquele local de Teresa Taveira, mãe de Santo António.



Capela de Santo António na Igreja e Mosteiro de São Vicente de Fora (Foto "comjeitoearte", 2016)

Fontes:

https://pt.wikipedia.org/wiki/Igreja_de_S%C3%A3o_Vicente_de_Fora

http://www.patrimoniocultural.gov.pt/pt/patrimonio/patrimonio-imovel/pesquisa-do-patrimonio/classificado-ou-em-vias-de-classificacao/geral/view/71213/

http://digitarq.arquivos.pt/details?id=1461704

http://www.monumentos.pt/site/app_pagesuser/SIPA.aspx?id=6529
https://pt.wikipedia.org/wiki/Wikip%C3%A9dia:P%C3%A1gina_principal



quarta-feira, 31 de maio de 2017

Móbile infantil I pássaro

1 - Mobile 


Mobile em forma de pássaro, realizado com cartolina, é a minha proposta para o Dia da Criança (1 de Junho).


Material:

- Cartolina colorida;
- Papel vegetal;
- Lápis;
- Tesoura com bicos;
- Cola;
- Agulha;
- Furador;
- Fio.


2 - Moldes 

Como fazer:

1. Imprima a figura 2 (moldes A, B e C) sobre cartolina colorida.

2. Coloque o papel vegetal sobre os desenhos B e C (pluma) e copie.

3. Decalque o desenho B sobre a cartolina, 4 vezes.

4. Decalque o desenho C sobre a cartolina, 1 vez.

5. Recorte todas as figuras em cartolina, inclusive as imprimidas (a asa é formada por 5 plumas).

6. Realize os orifícios das peças A e B com um furador.

7. Realize o corte assinalado com a letra a.

8. Perfure as 5 plumas simultâneamente com uma agulha passada pelo centro (figura 2).

9. Passe as 5 plumas através do corte que realizou no corpo do pássaro.

10. Coloque uma gota de cola nos orifícios centrais (realizados com a agulha). Abra as plumas em leque e deixe secar a cola. 

11. Cole o suporte C em cada lado do corpo do pássaro e debaixo das asas (imagem 1).

12. Suspenda o pássaro por um fio passado através do corte a. 

quarta-feira, 17 de maio de 2017

Tabuleiro em madeira reciclado



Foto: "comjeitoearte", 2017


Um tabuleiro para refeições, sem graça, ganha destaque e originalidade com alguma imaginação. 

Rosetas ou outras peças em crochet, já sem uso, adquirem "nova vida" colocadas sobre um tabuleiro de madeira pintada.




Material:

- Tabuleiro em madeira;
- Tinta acrílica;
- Pincéis;
- Cola branca ou para decoupage;
- Verniz marítimo;
- Peças em crochet.


Como fazer:

Foto: "comjeitoearte", 2017

1 - Pinte o tabuleiro com tinta acrílica. Deixe secar bem de acordo com as instruções da marca.


Foto: "comjeitoearte", 2017


2 - Coloque as diferentes peças de crochet sobre o tabuleiro. Cole as peças com o auxílio do pincel. Deixe secar. 


3 - Aplique o verniz marítimo para impermeabilizar a superfície. 



Foto: "comjeitoearte", 2017





segunda-feira, 1 de maio de 2017

Mário Soares I Maio de 1974

Autor: João Abel Manta; Maio de 1974




Mário Alberto Nobre Lopes Soares (1924-2017) foi um político português. Chefiou três Governos Constitucionais da Terceira República Portuguesa: I Governo Constitucional, entre 1976 e 1977; II Governo Constitucional, em 1978; IX Governo Constitucional, entre 1983 e 1985.

Exerceu as funções de Presidente da República Portuguesa durante dois mandatos, entre 1986 e 1996.

Ao longo da sua vida foi distinguido com as seguintes condecorações: Grã-Cruz da Ordem Militar de Cristo de Portugal (9 de Abril de 1981); Grande-Colar da Ordem Militar da Torre e Espada, do Valor, Lealdade e Mérito de Portugal (9 de Março de 1991); Grande-Colar da Ordem da Liberdade de Portugal (9 de Março de 1996). 

No dia 28 de Abril de 1974, regressou do exílio em Paris. A 1 de Maio de 1974, participou nas primeiras comemorações do Dia do Trabalhador, após o 25 de Abril.

Em Maio de 1974, o arquitecto, pintor e ilustrador João Abel Manta, homenageia Mário Soares com um expressivo cartoon.


Fontes: 

João Abel Manta,Cartoons 1969-1075. Edicões "O Jornal", 1975Lisboa

https://pt.wikipedia.org/wiki/Jo%C3%A3o_Abel_Manta

https://pt.wikipedia.org/wiki/M%C3%A1rio_Soares

https://pt.wikipedia.org/wiki/Governo_da_Rep%C3%BAblica_Portuguesa

terça-feira, 25 de abril de 2017

As conquistas de Revolução de Abril I MFA


"Os presentes das Forças Armadas" para o povo português, no cumprimento das promessas dos capitães de Abril.  

As conquistas de Abril, neste belo e significativo cartoon de João Abel Manta, realizado em Dezembro de 1974.


Democracia
Liberdade
Paz
Eleições Livres
Descolonização
Liberdade de Imprensa
Justiça
Educação
Cultura
Direito à Greve
Dinamização Cultural
Assistência
Saneamento
Prestígio Internacional



Fontes: 
João Abel Manta,Cartoons 1969-1075. Edicões "O Jornal", 1975Lisboa

https://pt.wikipedia.org/wiki/Jo%C3%A3o_Abel_Manta


sábado, 15 de abril de 2017

Ovos de Páscoa decorados

1 - Ovos com colagem de bijutarias


Faça uma Páscoa diferente com ovos decorados por si. Ovos de galinha, pato ou de avestruz, alguns objectos reciclados, bijutarias, botões, galões, fitas e rendas de vários tipos, são o material necessário. 

Ovos com bijutarias

Crie ovos que fazem lembrar os famosos Fabergé.

Material:

- Ovos de galinha, pato ou avestruz;
- Bijutaria variada:
- Tinta acrílica;
- Cola universal;
- Verniz;
- Prego fino;
- Pincel;
- Barro ou plasticina.

Realização:

1 - Fure  cuidadosamente cada extremidade do ovo (utilize um prego fininho). Sopre  por uma das extremidades (a mais estreita) até sair toda a clara e gema. Lave o ovo.

2 - Coloque sobre plasticina ou barro.

3 - Pinte a casca do ovo com a cor escolhida. Deixe secar e envernize.

4 - Cole as bijutarias e outros elementos de decoração.

5 - Faça uma base  para colocar o ovo (imagem 1).


Ovos com fitas e rendas

Os ovos da imagem em baixo (ovos de Páscoa), foram cobertos com papel camurça. Sugiro a pintura com tinta sobre ovos de galinha ou de pato.


2 - Ovos com colagem fitas e rendas

Material:

- Ovos de Páscoa, de galinha ou de pato;
- Tinta acrílica;
- Cola universal;
- Verniz;
- Prego fino;
- Pincel;
- Barro ou plasticina;
- Fitas e rendas cariadas;
- Papel de camurça ou outro maleável. 


Realização:

1 - Fure  cuidadosamente cada extremidade do ovo (utilize um prego fininho). Sopre  por uma das extremidades (a mais estreita) até sair toda a clara e gema. Lave o ovo.

2 - Coloque sobre plasticina ou barro.

3 - Pinte a casca do ovo com a cor escolhida. Deixe secar.

4 - Cole as rendas e fitas e outros elementos de decoração.

5 - Envernize.

5 - Se preferir utilizar um ovo de Páscoa, tire a embalagem do ovo e embrulhe-o em papel camurça, esticando para que as rugas fiquem só de um lado (imagem 2)

6 - Proceda como no passo 4.





Fonte:

Artesanato. 1981. LISA. 

terça-feira, 28 de março de 2017

Mário Eloy - Cartoon

João Abel Manta, cartoon, 1974




O artista plástico Mário Eloy (1900-1951), homenageado pelo arquitecto, pintor e ilustrador João Abel Manta.


Fontes: 

João Abel Manta,Cartoons 1969-1075. Edicões "O Jornal", 1975Lisboa

https://pt.wikipedia.org/wiki/M%C3%A1rio_Eloy

https://pt.wikipedia.org/wiki/Jo%C3%A3o_Abel_Manta



terça-feira, 14 de março de 2017

Marcadores de livro - bichos

1 - Marcador com cisne


Uma sugestão de presente para o Dia do Pai, que pode realizar com facilidade. 

Estes bichinhos coloridos, vão ajudar o pai a não se perder na leitura.



2 - Marcador com peixe


Material:

- Cartolina colorida;
- Papel vegetal;
- EVA ou cartolina;
- Tesoura;
- X-acto;
- Cola.


Passo a Passo:

3 - Molde para EVA ou cartolina

1 -  Recorte o molde da imagem 3 em EVA ou cartolina, na cor laranja (imagem 9).


4 - Molde para cartolina. A forma oval é o recorte para segurar as páginas.

2 - Recorte o molde da imagem 4 em cartolina, na cor amarelo (imagem 9). Recorte cada uma das partes sombreadas a cinzento. A forma oval (em cima) é o recorte para segurar as páginas. Depois de recortado é vincado para cima (imagem 1 e 5).


3 - Cole as duas partes do marcador uma sobre a outra. Recorte a parte que segura as páginas (imagem 5). 



 5 - Marcador com cisne


4 - Proceda como referi no passo 3  para o marcador com forma de peixe.


6 - Molde para cartolina


7 - Molde para cartolina. A forma não sombreada é o recorte para segurar as páginas.


8 - Marcador com peixe
9 - Cada marcador e constituído por duas partes que são sobrepostas e coladas.










quarta-feira, 8 de março de 2017

Dia Internacional da Mulher 2017



No Dia Internacional da Mulher, recordo a escritora e poetisa são-tomense Alda do Espírito Santo (1926-2010), no poema dedicado às mulheres do distrito de Água Grande .  

A ilustração é do pintor português Júlio Resende (1917-2011).


"Lá no Água Grande"

Lá no Água Grande a caminho da roça 
negritas batem que batem co'a roupa na pedra
Batem e cantam modinhas da terra.


Cantam e riem em riso de mofa*
histórias contadas, arrastadas pelo vento.


Riem alto de rijo, com a roupa na pedra
e põem de branco a roupa lavada.


As crianças brincam e a água canta.
Brincam na água felizes...
Velam no capim um negrito pequenino.


E os gemidos cantados das negritas lá do rio
ficam mudos lá na hora do regresso...
Jazem quedos no regresso para a roça.  

*Mofa é sinónimo de escárnio, troça, chacota, zombaria.
Alda do Espírito Santo
São Tomé e Príncipe 
Fontes:

Primeiro livro de poesia. 1991. Editorial Caminho e Sophia de Mello Breyner Andresen. ISBN 972-21-0597-3
https://pt.wikipedia.org/wiki/Alda_do_Esp%C3%ADrito_Santo
https://pt.wikipedia.org/wiki/%C3%81gua_Grande